beth-copa-2

Paixão, brilho nos olhos, sorrisos de cumplicidade, mãos que se buscam…

São mais de 20 anos assistindo de perto a maior demonstração de amor: a vontade de ficar junto pra sempre e, ainda hoje, sempre me emociono.

Mas sábado passado, no Copacabana Palace, talvez tenha sido um dos momentos mais especiais que já vivi.

Não só o momento do casamento, mas toda a preparação. Ela brasileira, ele português. Uma história de amor que mais parece ficção: se encontraram em Fernando de Noronha, literalmente debaixo d’água, e nunca, nunca mais se deixaram. O oceano, que muitas vezes separa, dessa vez uniu.

Os pais da noiva, chamados de pai e mãe pelo noivo, eram só carinho e preocupação em agradá-los; os amigos e a família, filhos, mãe, todos, se mobilizando para estar realmente juntos.

E a mágica do amor deles contagiou todo mundo: do consierge do Copa ao Padre Vicente que veio de Portugal abençoá-los; da delicadeza da decoração do Luiz Ferreira à delicadeza das palavras da Juíza Sonia; das músicas da cerimônia interpretadas pela Varda, Maurício e Paulo Henrique, ao cuidado dos maitres e garçons com cada um dos convidados; do bolo e doces lindos e deliciosos, feitos com carinho e amizade pela Regina Rodrigues, aos traços delicados e fortes da maquiagem da Sirlene; das palmas, lágrimas e sorrisos de todos que presenciaram a cerimônia aos passos marcados do vira e a alegria de
dançar até de madrugada…
Foi uma noite mágica, para todos nós que trabalhamos com muito prazer por poder ver aquela paixão, aqueles olhos brilhando, aqueles sorrisos de cumplicidade, aquelas mãos se buscando…

Obrigada, queridos Andréa e António, por terem me escolhido para viver junto com vocês este sonho.

Beijos Beth Kos.

Sobre o Autor

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close