Destination Wedding: saiba como planejar o casamento fora da sua cidade ou país

Matéria na Revista Caras Online, publicada em 6 de junho de 2013
 
Uma viagem para celebrar o casamento, além de sair mais em conta (sim, acredite!), transforma horas de festa em dias de diversão. Saiba mais sobre o Destination Wedding e veja dicas de cerimonialistas para planejá-lo.

Quem recebe um convite de casamento já imagina o pacote “presente, roupa, cabelo e maquiagem”. Mas para alguns, essa listinha pode incluir também passagens aéreas ou horas de estrada, pedágios, hotéis e outros gastos extras. No entanto, o que poderia ser um mico, quando bem organizado, é na verdade a oportunidade perfeita para esticar as comemorações e curtir bons momentos entre amigos queridos. E é essa a grande graça dos chamados destination weddings, casamentos que misturam festa e viagem.
 Casar em outra cidade – ou país! – tem várias vantagens. “Primeiro, o que seria uma festa com duração de horas, se transforma em dois, três dias de encontros, happy hours e jantares”, diz a cerimonialista Beth Kos. “Depois, é a possibilidade de convidar toda a lista dos noivos e dos pais dos noivos e ter certeza de que somente os familiares mais próximos e os verdadeiros amigos estarão dispostos a enfrentar viagens e hotéis para comparecer”, completa. Estes aspectos somados resultam no sonho de dez entre cada dez casais: um evento único.
Cacá Thomeu e Daniel também sonhavam em ter uma festa com a cara deles. Mas só no sonho dele isso acontecia na praia. Mais precisamente em Ilhabela. Caca achava que era meio complicado fazer todos os convidados se deslocarem até lá e não cogitava a ideia. O tempo passou e as opiniões mudaram. “O casamento virou uma indústria, cada um é mais megalomaníaco que o outro”, diz Caca. “Pensei nisso e vi que se fosse em São Paulo, para ser top, gastaria demais”. Ao levar o casório para Ilhabela, e usar fornecedores locais para quase tudo, os noivos abriram mão de algo para ter muito mais. “E só os convidados menos chegados desistem de ir, os mais amigos acham o máximo e vão”. Foram 320 convidados. Os festejos começaram na noite de sexta e terminaram num almoço no domingo.
 Mas se a noiva não for tão prática ou sortuda quanto Caca – que levou de São Paulo apenas o DJ, o cabeleireiro e o maquiador -, casar em outra cidade pode custar, na verdade, mais caro. “Se não encontrar fornecedores locais de qualidade, os noivos pagarão frete para todos os envolvidos na festa”, pondera a cerimonialista Tatiana Creazzo Cury. “Agora, já ficou claro que vale sim, e muito, casar em outro país, inclusive pagando parte do transporte e da hospedagem dos convidados”, afirmaTatiana. “Os preços praticados no Brasil, em especial em São Paulo, estão altos demais”, conta.
 A decoradora de eventos Vera Cid não chegou a atravessar oceanos, mas saiu de São Paulo e foi até o Espirito Santo para se casar. “A família do meu marido é de Vitória, e a maioria tem casa de praia em Guarapari”, conta. “Além disso, enquanto a minha família é pequena, dez pessoas, a dele tem mais de cem e seria impossível trazer todos para cá”, explica. Ao juntar o útil ao agradável, já que seu sonho era mesmo casar na praia, com uma paisagem incrível, Vera resolveu duas questões. “No final, acabamos casando no jardim de um tio do meu marido, que não era bem na frente do mar, mas em frente a uma lagoa, e foi muito aconchegante casar em uma residência da família”, conta.

Consultores ensinam a escolher os fornecedores para a sua festa

 Quem, assim como Vera, não tiver o privilégio de se casar numa propriedade familiar, deve procurar o local com antecedência para conseguir reservar a melhor data. “Quando chove menos, quando não faz tanto frio, fora de temporada para ter vaga nos hotéis próximos”, pondera Beth Kos. Contar com a ajuda de profissionais de confiança, parentes, amigos e até da internet é fundamental na hora de escolher este e outros detalhes. Mas o ideal é que os noivos viagem algumas vezes, marquem diversas reuniões de uma vez, vejam, provem e aprovem tudo. Por uma questão de bom senso e para minimizar riscos, é também importante adequar a decoração e o menu ao local.
 A maior diferença entre casamentos na cidade dos noivos e fora dela, no entanto, não são as flores ou a comida, mas sim o deslocamento de boa parte dos convidados. Por isso, é recomendado mandar um Save the Date com, pelo menos, três meses de antecedência e criar mecanismos para facilitar a ida, a permanência e o retorno de todos. “É obrigação dos noivos garantir que os convidados se sintam bem recebidos e confortáveis em todos os momentos”, diz Beth. Juliana Couto, que vai se casar no Rio de Janeiro em agosto, criou um site logo que ficou noiva. “Coloquei links de hotéis que conseguimos tarifas especiais, com os restaurantes que mais amamos no Rio, com os cabelereiros selecionados por bairros e deixei claro, que qualquer dúvida, poderiam nos mandar e-mails que ajudaríamos”, conta. “Os convidados mais próximos de fora do Brasil, ajudei um por um, ligando para confirmar reservas, procurando as melhores tarifas de voo e até marcando cabeleireiro”.

Cabelos de Taylor Swift e Miley Cyrus no Billboard Music Awards inspiram penteados para casamentos

 Juliana sempre quis se casar na praia, porque a “sensação de casar dentro de um caixote” a sufocava só de pensar. “Sou de Salvador, mas morei minha vida inteira fora do país, e como meu noivo é carioca, considerava casar no Rio de Janeiro por ter a melhor logística de voos para os estrangeiros”, conta. Estes amaram poder conhecer o Rio e já aproveitaram para tirar férias. Para os paulistas, com a ajuda da ponte aérea, o casamento virou um megaprograma. Na agenda da noiva, que chega numa quinta-feira de manhã à cidade maravilhosa, estão incluídos passeios, uma festinha à noite, um jantar tranquilo e muita expectativa. “Acho que vai valer cada stress vivido. Se São Pedro ajudar, vai ser mais lindo do que sonho todos os dias desde que fiquei noiva”, diz. Às vésperas do grande dia, ela espera que o casamento seja uma viagem de amigos. E será!
Por: Camila Carvas
 

Sobre o Autor

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Fale Conosco
Enviar via whatsapp
Close